terça-feira, 28 de fevereiro de 2012





Vamos comer Abacate!


Por estar na época do abacate vamos aproveitar esta fruta que contém ômega 
3, gorduras do bem, e o colesterol é zero. Ele também é uma excelente fonte de potássio e vitamina A, além de apresentar uma vasta gama de outras vitaminas e minerais, muita água e fibras.




O abacate pode emagrecer justamente pela sua alta concentração de gorduras benéficas, que promovem a saciedade por mais tempo. Apesar do abacate concentrar calorias, elas provem da gordura monoinsaturada, que ajuda a reduzir o pico de insulina, o hormônio responsável por armazenar toda caloria extra sob forma de gordura localizada.

Também contribui para a saúde pelo alto teor de fibras, como a pectina, um tipo de fibra solúvel que atua na redução dos níveis de LDL, e ajuda no funcionamento intestinal. O abacate é rico em vitaminas antioxidantes como A, C e E, reduzindo assim a formação de radicais livres no organismo. Por ser rico em potássio, ajuda a reduzir a pressão sangüínea, previne câimbras e tem ação diurética.

Como em tudo nessa vida, não exagere, pois consumido em grande quantidade pode prejudicar sua dieta, nada em excesso é bom para o nosso corpo.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012



PORQUE CONTRATAR UM PERSONAL TRAINER?



Estão aqui alguns dos motivos!

. Atendimento e acompanhamento individualizado. 

. Maior atenção na supervisão e correção dos exercícios.

. Possibilidade de variação de modalidades e atividades de exercícios.

. Comodidade na escolha e variações de locais para execução das aulas.

. Escolha de horários compatíveis com a disponibilidade e rotina diária do Cliente.

. Elaboração de programas com objetividade e eficiência, atendendo às expectativas do cliente e sua individualidade biológica.

. Maior motivação causada pela presença do Personal para os dias de indisposição e falta de vontade para exercitar-se.

. É o profissional que disponibiliza a maior possibilidade de qualidade de vidapela orientação da atividade física.

São muitos os benefícios!

  • Na saúde: pos­si­bi­li­dade maior qua­li­dade e expec­ta­tiva de vida, redu­ção dos fato­res de ris­cos para doen­ças, alte­ra­ção posi­tiva das taxas sangüí­neas (coles­te­rol, tri­gli­ce­ri­deos, gli­ce­mia) e maior efi­ci­ên­cia de seu metabolismo;
  • Na apa­rên­cia: melhora do visual, da pos­tura e con­trole da com­po­si­ção corporal;
  • No tra­ba­lho: aumento da pro­du­ti­vi­dade, com­bate ao estresse e as doen­ças pro­fis­si­o­nais (LER — DORT);
  • No dia-a-dia: sen­sa­ção de bem-estar, maior dis­po­si­ção para as ati­vi­da­des diá­rias, melhora na qua­li­dade do sono e das fun­ções digestivas;
  • No com­por­ta­mento: aumento da auto-estima, maior sociabilização.

  • quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

    Simetria e Proporção

    É preciso saber que, temos que treinar o corpo como um todo, o conjunto, todos os músculos, independentemente se gostamos ou não de treiná-los.

    Muitas pessoas que estão começando na musculação ou até que já treinam a muito tempo, acabam esquecendo de músculos importantes que completam todo o conjunto, como os antebraços, quadríceps e panturrilha. No caso do antebraço, negligenciar este músculo pode prejudicar muito seu treino, pois eles são os músculos iniciais da pegada e movimento. Com antebraços fortes você poderá aumentar a carga nos exercícios, desde exercícios de bíceps á encolhimento de ombro.

    Se você acha que o seu treino de bíceps não está rendendo mais, pode ser culpa da fraca musculatura ( BRAQUIO RADIAL, PRONADOR QUADRADO, M. RADIAL, M. ULNAR), que está falhando antes dos M. bíceps, e assim prejudicando muito seus ganhos. Na parte estética, antebraços bem trabalhados causam muito mais impactos na aparência e volume muscular.
    O deltóide é um dos músculos que mais provocará aquele visual de “grande” em uma pessoa. Se o deltóide, assim como os antebraços, não forem treinados, seu treino para outros grupos musculares será prejudicado, como o peitoral, pois exercícios como o supino, recrutam muito os ombros, portanto, sem ombros fortes será difícil desenvolver seu peitoral.
    Na musculatura MMI, outros muitos esquecidos são os das pernas, a maiorias dos homens não gostam de malhar quadríceps e panturrilhas, mas o que eles não sabem é que malhar pernas traz ganhos para o corpo todo. Exercícios compostos como o agachamento, exigem o recrutamento de muitos músculos ao mesmo tempo, fazendo com que o corpo libere uma descarga alta de hormônios anabólicos para suprir a demanda exigida em todo corpo, e sem falar que é ira melhorar muito a estética e simetria.

    quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

    individualidade biológica



    PRINCÍPIO DA INDIVIDUALIDADE BIOLÓGICA


    Cada indivíduo possui características diferentes, sejam elas, físicas ou psíquicas, características estas inicialmente hereditárias.A individualidade biológica é o fenômeno que explica a variabilidade entre os elementos de cada espécie.As característica e potencialidades são determinadas geneticamente, se aplica o exemplo do tipo de fibra muscular, tipo I e tipo II que apresentam propriedades cinéticas diferentes e estão incorporadas cada tipo em genótipos diferentes.
    Essas características agregadas ao indivíduo são referentes ao fenótipo, onde se relacionam intimamente com o treinamento, são as características e mudanças adquiridas quando se treina o corpo. O treinamento individual, com certeza, favorece a uma melhor performance em comparação ao treinamento a grupos, mesmo esses sendo homogêneos.

    terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

    UMA PIMENTINHA VAI MUITO BEM Á SAÚDE!






    "Quanto mais ardida a pimenta, mais capsaicina (substância que faz com que ela atue por meio do mecanismo competitivo, bloqueando enzimas que metabolizam substâncias mediadores pró-inflamatórios). Portanto, não abra mão de pelo menos uma pequena quantidade em alguma refeição. Isso porque ela também ajuda na produção de endorfinas que trazem sensações de prazer e bem-estar. De quebra, para quem deseja perder os quilinhos excedentes, não deixe de incluir esse temperinho especial. Isso também se dá pelo aumento da termogênese. Mas calma, não acabe com os estoques do mercado! Esse efeito só é verificado acompanhado de uma alimentação equilibrada, pobre em gorduras trans, saturadas, carboidratos refinados. Se o exercício físico for seu aliado, então é só comemorar"!


    MAIS BENEFÍCIOS

    Diminuíção do colesterol total
    - Analgésico natural
    - Ação anticarcinogênica, pois induz a apoptose (destruição) de células cancerígenas
    - Pesquisas indicam ainda que ingerida durante as refeições libera catecolaminas que diminuiriam o apetite, fazendo com que você coma menos. A propriedade de aquecer da pimenta favorece a aceleração do organismo e a queima de gordura (efeito termogênico)
    - Inibição da inflamação induzida pela obesidade e síndrome metabólica. Com a diminuição da inflamação, há alteração na regulação da distribuição de gorduras, além de melhorar a tolerância à glicose e a resistência a insulina.

    segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

    O que não nos mata... Torna-nos mais fortes!


    Tenha força de vontade!

    sábado, 11 de fevereiro de 2012


    CRIATIVIDADE + INDIVIDUALIDADE BIOLÓGICA


    "A Body Systems, empresa de Fitness, vem anunciando o Treinamento Funcional com um novo nome – Core 360 – Mas isso tudo para manter sua política de padronização de aulas e limitação da criatividade dos professores. Não sei como será com o CORE 360 – Já que o Treinamento funcional deve ser realizado de maneira personalizada e demanda grande criatividade do profissional para adequar o programa as necessidades de cada cliente."

    NÃO Á ALIENAÇÃO!


    A estratégia do marketing da Body Systems em conjunto com o Core 360 (outro nome dado ao treinamento funcional) padroniza as aulas,"mas nossos alunos não são todos iguais".  Eles querem vender um produto e para isso procuram alienar o maior número de pessoas.
    “Treinamento Funcional estabelece um avanço no âmbito esportivo,mas não substitui os planos de trabalho com controle fisiológicos da hipertrofia e emagrecimento”.
    VIAS METABÓLICAS

    De forma complexa e harmônica, as vias metabólicas se relacionam entre elas, envolvendo a regulação de cada via, o perfil metabólico de cada órgão e o controle hormonal. Estas vias metabólicas mais importantes da regulação no ser humano, como: Regulação da glicólise, gluconeogênese, ciclo de Krebs, ciclo da uréia, metabolismo do glicogênio e ácidos graxos e via das pentoses-fosfato, fazem toda transformação, síntese, oxidação e eliminação afim de manter o equilíbrio e vias nutrição á todas as células no seu objetivo único de obtenção de energia para todos os processos no organismo humano. 


    ÓRGÃOS E PERFIS METABÓLICOS

    O cérebro, fígado, tecido adiposo, músculo e rim se mostram como perfis metabólicos mais importantes. O cérebro utiliza geralmente somente a glucose como fonte de energia, sendo que o fígado faz também a função de manter esse nível de glucose no sangue e a síntese da uréia. O tecido adiposo Sintetiza ácidos gordos e armazena-os sob a forma de triacilgliceróis, já o músculo utiliza glucose, ácidos gordos, corpos cetónicos e aminoácidos como fonte de energia. Possui uma reserva de creatina fosfatada, um composto capaz de fosforilar ADP em ATP e assim produzir energia sem gasto de glucose. A quantidade de creatina presente no músculo é suficiente para cerca de 3-4 s de atividade. Nos rins pode-se realizar a gluconeogénese e liberar glucose para a corrente sanguínea. Responsável pela excreção de electrólitos, uréia, etc. A síntese de ureia, que ocorre no fígado, usa HCO3-, o que contribui para a descida do ph sanguíneo. Situações de acidose metabólica poderão ser agravadas pela ação do ciclo da uréia.

    EXERCÍCIO FÍSICO E PERFIL METABÓLICO

    O exercício físico é uma condição onde ocorre um aumento da demanda energética do organismo visando a manutenção da atividade muscular. A energia derivada dos nutrientes ingeridos na alimentação tem fundamental importância para o fornecimento de energia química, contribuindo com a manutenção do trabalho muscular a partir da geração de adenosina trifosfato (ATP) (WILMORE & COSTILL, 1994; McARDLE, KATCH & KATCH, 1992; FOX, BOWERS & FOSS, 1991).
    De acordo com WILMORE & COSTIL, a intensidade e/ou duração, as reservas de substratos energéticos e o nível de treinamento em relação ao esforço na prática de exercício físico podem interferir na ativação de uma ou outra via metabólica indicando a utilização de determinado substrato energético.
    O gasto energético diário é composto de três grandes componentes: taxa metabólica de repouso (TMR), efeito térmico da atividade física e efeito térmico da comida (ETC). A TMR, que é o custo energético para manter os sistemas funcionando no repouso, é o maior componente do gasto energético diário. (Eriksson J, Taimela S, Koivisto V, 1997).